'Trump pode surpreender. Eu tinha mais medo da Hillary', diz Oliver Stone

O cineasta americano Oliver Stone disse em palestra em São Paulo, na manhã desta quarta (9), que Donald Trump "pode surpreender" e que "tinha mais medo de Hillary Clinton, que é uma conservadora intervencionista e votou a favor de guerras". "Trump para mim é um negociador, um homem prático", declarou Stone.

Stone comparou Trump ao ex-presidente Ronald Reagan. "Quando assumiu, também tememos, mas ele lidou muito bem com Gorbatchov." O cineasta destacou que o magnata tem mais condições de negociar com a Rússia. 

Oliver Stone dirigiu, escreveu e produziu o documentário "Ao Sul da Fronteira" ("South of the Border), lançado em 2009, que analisava a extensão, os efeitos e a resistência à intervenção norte-americana no continente. Agora, ele está no país para promover o filme "Snowden", thriller biográfico sobre o ex-analista que denunciou o esquema de vigilância global praticado pelo governo norte-americano. 

>> Há quatro meses, Michal Moore listou motivos que elegeriam Trump

>> Após eleições, republicanos dominarão Congresso norte-americano

>> Vaticano pede para Donald Trump favorecer 'paz no mundo'

>> Eleição de Trump não muda relação entre EUA e Brasil, diz Michel Temer

>> Manifestantes protestam contra eleição de Trump nos Estados Unidos

>> Donald Trump é eleito novo presidente dos Estados Unidos

>> Entre o imprevisível e o calculável: EUA decidem entre Trump e Hillary

>> Financial Times: EUA escolhem entre a ameaça do 'urso' e a dos 'cupins'

>> NYT: Extremistas que apoiam Trump sentem que já são vencedores

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais