Tá nas redes: Neymar entra em campo inspirado pela mobilização nacional

O atacante Neymar comentou, na tarde desta quarta-feira, a série de protestos que ganhou a adesão de milhares de brasileiros em todo o país, e afirmou que entrará em campo hoje, para a partida contra o México pela Copa das Confederações, inspirado pela mobilização.

"A única forma que tenho de representar e defender o Brasil é dentro de campo, jogando bola... E a partir deste jogo, contra o México, entro em campo inspirado por essa mobilização", disse em um trecho do post feito no Instagram publicado junto com uma bandeira brasileira.

"Triste por tudo o que está acontecendo no Brasil. Sempre tive fé que não seria necessário chegarmos ao ponto de 'ir para as ruas' para exigir melhores condições de transporte, saúde, educação e segurança. Isso tudo é obrigação do governo", escreveu o atleta. 

O jogador aproveitou para declarar seu amor pelo Brasil. “Meus pais trabalharam muito para poder oferecer pra mim e pra minha irmã um mínimo de qualidade de vida... Hoje, graças ao sucesso que vocês me proporcionam, poderia parecer demagogia minha - mas não é - levantar a bandeira das manifestações que estão ocorrendo em todo o Brasil. Mas sou brasileiro e amo meu país”, afirmou.

>> Tá nas redes - Ronaldo se defende por vídeo na internet: "Edição tendenciosa"

Neymar defendeu as reivindicações populares dos manifestantes que estão indo às ruas, e disse que representa e defende o país dentro do campo. “Também quero um Brasil mais justo, mais seguro, mais saudável e mais honesto! A única forma que tenho de representar e defender o Brasil é dentro de campo, jogando bola... E a partir deste jogo, contra o México, entro em campo inspirado por essa mobilização...#TamoJunto”, concluiu.

Brasil e México se enfrentam nesta quarta-feira, a partir das 16h, no Estádio do Castelão, em Fortaleza.

>> Manifestantes marcam protesto em frente à casa de Cabral

>> Manifestação do dia 20 quer reunir 1 milhão no Rio

>> Músicas embalam os protestos por todo o país

>> Conta hackeada no Instagram não era de Dilma Rousseff

>> Famosos se manifestam no Twitter sobre protestos

>> Site cria "vaquinha" após carro ser queimado

>> Após manifestação nesta segunda, SP marca outra para hoje

>> Redes sociais contabilizam 79 milhões falando sobre os protestos no Brasil

>> Manifestantes relatam 'dia histórico' de protestos pelo país

>> Manifestantes procuram onde vai ter protesto