Grupo “O Pesadelo de Qualquer Político” assume protesto no Corcovado

Movimento tem foto de Bolsonaro em destaque no Facebook

O grupo autodenominado “O Pesadelo de Qualquer Político” - que estampa uma foto do deputado federal e candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSC) em sua página no Facebook - assumiu a autoria da manifestação anticomunista no morro do Corcovado, no último sábado (5), dia do bicentenário do alemão Karl Marx.

“Fica registrado na história do Brasil, a maior missão anti comunismo (sic) de todos os tempos, com o maior símbolo anti comunismo do planeta terra (sic) e no maior símbolo monumento do país o Cristo Redentor”, escreveu o grupo em sua página no Facebook.

>> No Rio não se respeita nem o Cristo

No protesto, o grupo estendeu no Corcovado uma bandeira com o símbolo comunista, da foice e martelo, cortado por uma faixa. A bandeira ainda incluía as frases “o Brasil jamais será vermelho” e “fora comunistas”.

Os nomes dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma Rousseff também podiam ser vistos. A bandeira pôde ser visualizada da Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, e da Rua Jardim Botânico. Os bombeiros retiraram a bandeira do local no início da noite de sábado.

O grupo "Pesadelo de Qualquer Político" se autodenomina de direita e defende a intervenção militar. “Aqui é Direita, Patriota, Bolsonaro, Brasil, Intervenção, Anti Comunismo!”, diz a publicação do grupo sobre o protesto no Facebook.

>> No bicentenário de Marx, veja cinco fundamentos do marxismo

>> Divisão sobre Marx ressurge na Alemanha no bicentenário de seu nascimento