Prefeitura vai cobrar providências do VLT por problemas em máquinas de recarga

RioCard afirmou que está dando suporte à concessionária para resolver questão 

Empresa responsável pela confecção e manutenção do bilhete único, a RioCard informou, nesta quarta-feira (5), que está dando apoio em toda a operação de bilhetagem eletrônica do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Nos últimos dias, o Jornal do Brasil registrou longas filas de usuários e problemas para efetuar a recarga de crédito nas máquinas de autoatendimento das plataformas do transporte.

Segundo a RioCard, técnicos da empresa, em conjunto com representantes da Concessionária VLT Carioca e da empresa fornecedora dos equipamentos de recarga contratada pelo VLT, está atuando para resolver o problema nas máquinas de operação de venda. A RioCard informou, ainda, que é possível realizar a recarga dos cartões pelos sites da empresa e do Recarga Fácil.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informa que irá cobrar providências da concessionária VLT Carioca, para que sejam solucionados os problemas nas máquinas ATM. 

Na última quinta-feira (29), o JB entrou em contato com a RioCard e com a concessionária VLT Carioca, responsável pela gestão do VLT. Na ocasião, a RioCard alegou que por se tratar de máquinas localizadas nas estações do VLT, quem respondia pela manutenção das mesmas era a concessionária VLT Carioca, que por sua vez respondeu que a responsabilidade em relação aos cartões de bilhete único era atribuição da RioCard, e que a concessionária apenas ajuda na otimização do espaço.

Relembre o caso

No final da tarde da última quinta-feira (29), os usuários do VLT Carioca passaram por um teste de paciência para usufruírem do transporte público que corta as ruas do Centro do Rio. Com falhas no sistema de recarga do Bilhete Único, a fila na estação São Bento se acumulou e tirou do sério quem precisava colocar créditos em seu cartão. Segundo fiscais que trabalham nas estações, aquela era a única máquina que estava funcionando.

>> VLT: Passageiros reclamam de fila gerada por problemas em recarga do RioCard

>> VLT Carioca e RioCard divergem sobre máquinas de autoatendimento 

>> VLT: Guarda Municipal multa 483 no primeiro mês de fiscalização