Antigos rivais, Garotinho e Cesar Maia fizeram aliança contra domínio de Cabral

Desafetos políticos durante anos, o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) e o ex-prefeito do Rio Cesar Maia oficializaram aliança para as eleições municipais de 2012. Garotinho e Maia tentavam, juntos, neutralizar o domínio de Sérgio Cabral.

Cesar Maia foi candidato a vereador, enquanto que para a prefeitura, seu filho, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi candidato a vice de Clarissa Garotinho (PR-RJ), filha de Garotinho.

No passado, Garotinho já chegou a afirmar que Maia tinha uma "imaginação descontrolada" e que era acostumado a "criar mentiras". O ex-prefeito, por sua vez, já ameaçou pedir a prisão do atual aliado, e criticou o candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) em 2006 por buscar apoio de Garotinho. Considerou a estratégia "um desastre".

>> Eleições: 57% dos jovens entre 16 e 24 anos não têm interesse em votar

>> Cesar Maia, que se aliou a Pezão, já atacou Cabral, Dilma e Lula

>> Antigos rivais, Garotinho e Cesar Maia fizeram aliança contra domínio de Cabral

>> Em encontro no apartamento de Aécio, Cabral abre mão do Senado por Cesar Maia

<< Pezão oficializa palanque para Aécio Neves no Rio de Janeiro

>> Cabral desiste do Senado e dá lugar a César Maia em aliança

>> Paes declara apoio a Dilma e cita 'bacanal eleitoral' no Rio

>> Eleição: no Rio, Dilma elogia Pezão, sucessor de Cabral, que se une a Aécio

>> Em São Paulo, Alckmin e Paulo Maluf também fazem o jogo das contradições