Doador de R$ 20 mi a projeto das UPPs, Eike tem medo de morrer na cadeia

O ex-bilionário Eike Batista, que estava foragido e chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (30) para ser encaminhado a um presídio, estaria com medo de morrer na cadeia. Isto por causa de uma doação de 20 milhões que fez para o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) do Rio de Janeiro. 

Eike não tem ensino superior e seria encaminhado para uma cela comum. As informações são do Radar On-Line, da revista Veja.

>> Sem diploma de nível superior, tese de fuga de Eike Batista é reforçada 

>> Decreto de prisão de Eike Batista foi assinado no dia 13 de janeiro

>> Eike Batista já é considerado foragido internacional pela Interpol

>> Mídia internacional repercute tentativa de prisão de Eike Batista

>> PF cumpre mandados de prisão contra Eike Batista e mais oito pessoas

>> Advogado de Eike se encontra com PF e MPF para negociar volta de empresário

>> Eike teria transferido US$ 16,5 milhões para Cabral em conta no Panamá

>> 'Custo-corrupção' levou Rio à calamidade, diz juiz

>> Boy da EBX recebeu Polícia Federal na casa de Eike Batista