Gilmar Mendes concede habeas corpus ao "maior ficha-suja do país"

Ex-deputado José Riva (PSD-MT) responde a cerca de 150 processos

Conhecido como "o maior ficha-suja do país", por responder a cerca de 150 processos, o ex-deputado José Riva (PSD-MT) teve habeas corpus concedido nesta quinta-feira (7) pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O pedido foi feito no dia 21 de março pelo advogado de Riva, Rodrigo Mudrovitsch. O ex-deputado está preso desde 13 de outubro de 2015, quando foi deflagrada a segunda fase da Operação Metástase, que investiga esquema de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

José Riva é investigado por suposta participação em um esquema de desvio de R$ 60 milhões por meio de licitações fraudulentas. O ex-parlamentar já foi preso diversas vezes e já havia deixado a prisão em outra decisão do STF. Riva também já foi preso pela Polícia Federal na Operação Ararath, que apura crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro no Mato Grosso.

Em 2014, Riva renunciou à disputa pelo governo de Mato Grosso e anunciou o nome de sua mulher, Janete Riva, para concorrer em seu lugar. A decisão ocorreu após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrar a candidatura do ex-deputado, com base na Lei da Ficha Limpa.

>>Gilmar Mendes arquivou investigação de crimes financeiros contra Eduardo Cunha

>>"Gilmar não é ministro, é articulador de forças obscurantistas", diz representante da OAB

>>Wadih Damous: ‘Gilmar Mendes tem obsessão compulsiva pelo PT’

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais