Instituto Lula reforça segurança após ameaça de incêndio

Na madrugada desta sexta-feira (11), o Instituto Lula recebeu a informação de que pessoas estariam ameaçando incendiar o prédio. A ameaça foi comunicada à Polícia Militar.

Na manhã desta sexta-feira, uma equipe de segurança chegou ao prédio, onde farão plantão.

A ameaça acontece após o Ministério Público de São Paulo pedir a prisão preventiva do ex-presidente Lula em denúncia que envolve o tríplex em Guarujá (litoral de São Paulo), que teria sido preparado para a família do petista. O caso será analisado pela juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal de São Paulo. 

O pedido de prisão teve forte repercussão, e até parlamentares da oposição criticaram, afirmando não haver provas suficientes.

>> Oposição e governo criticam pedido de prisão

>> "Ação midiática de promotores", afirma Rui Falcão

>> Senadores petistas condenam "perseguição" a Lula

>> Veja a íntegra do pedido de prisão preventiva de Lula e mais seis pessoas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais