Renan diz que não há previsão para nova data de análise dos vetos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou, na tarde desta quarta-feira (7), que ainda não existe previsão de data para análise dos vetos presidenciais. Por dois dias seguidos, a sessão conjunta do Congresso foi cancelada por falta de quórum da parte dos deputados.

"Convocamos o Congresso para ontem (terça-feira), houve quórum no Senado e não houve na Câmara. Convocamos para hoje, houve quórum no Senado e não houve não Câmara. Por enquanto, não há decisão sobre o que fazer", observou o peemedebista, que, como presidente do Senado, preside a sessão conjunta.

Renan adiantou que vai avaliar o cenário mais "prudente" para que os vetos voltem a ser apreciados. "Vamos avaliar quando é prudente e recomendável convocar (a sessão), mas eu não tenho ainda uma decisão, vou examinar e fazer essa avaliação".

Mais cedo, o presidente do Senado havia suspendido a sessão por 30 minutos, mas, por falta de quórum, teve que cancelar a apreciação dos vetos da presidente Dilma a oito projetos de lei do Legislativo.

“É evidente que há uma deliberada decisão no sentido de não haver quórum na Câmara dos Deputados. No Senado Federal temos quórum, a exemplo do que aconteceu ontem”, criticou o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Veja os detalhes do cancelamento da sessão conjunta para análise dos vetos

Por Eduardo Miranda