Rival de Erdogan aceita derrota e faz apelo ao presidente turco

O principal rival do presidente Recep Tayyip Erdogan nas eleições de domingo na Turquia, Muharrem Ince, anunciou nesta segunda-feira que aceita a derrota e pediu ao chefe de Estado que seja o líder de todos os turcos.

"Aceito os resultados das eleições", afirmou Ince em uma entrevista coletiva em Ancara, antes de fazer um apelo a Erdogan.

"Senhor Erdogan, pare de comportar-se como o secretário-geral do AKP (o partido no poder). Seja o presidente de 81 milhões de turcos".

Ince, um deputado que liderou a lista do CHP, principal partido de oposição, se tornou durante a campanha o principal rival de Erdogan. De acordo com a agência estatal Anadolu, recebeu quase 31% dos votos, muito longe do presidente, que venceu no primeiro turno.

Ao criticar a entrada em vigor de uma reforma constitucional desejada por Erdogan que reforça consideravelmente os poderes do presidente, Ince afirmou que a Turquia havia se tornado um "regime autocrático".

>> Lira turca registra valorização após vitória de Erdogan

>> Otan felicita turco Erdogan pela reeleição