Homem que atacou universidade nos EUA teria origem somali

Polícia ainda não descartou hipótese de terrorismo

O autor do ataque desta segunda-feira (28) à Universidade de Ohio foi identificado "provisoriamente" como um homem de origem somali.

A informação, ainda não confirmada oficialmente, é da emissora "CBS", que cita agentes federais. Até o momento, a polícia não descobriu nenhum indício de que a ação tenha tido motivações terroristas, mas a hipótese não está descartada.

A Somália é berço do grupo jihadista Al Shabab, um dos mais ativos da África. O agressor, que foi morto pelas forças de segurança, começou o ataque atropelando pessoas com seu carro. Depois, abandonou o veículo e passou a atingir estudantes com uma faca de açougueiro.

>> Polícia confirma morte de invasor de universidade em Ohio

O atentado durou apenas um minuto, graças à ação rápida de um policial. O balanço final do ataque é de 10 feridos, sendo que um deles está em estado grave. A Universidade de Ohio é a instituição pública de ensino mais antiga do estado e uma das maiores do país, com cerca de 60 mil alunos.