Bento XVI diz que ficará 'escondido do mundo' após renúncia

Papa também pediu uma verdadeira renovação da Igreja

O papa Bento XVI esteve reunido nesta quinta-feira com os sacerdotes da diocese de Roma, na Sala Paulo VI, e disse que pode ficar isolado do mundo, após a renúncia, no próximo dia 28.

"Mesmo me retirando para rezar, estarei sempre perto de todos vocês e tenho certeza que vocês estarão perto de mim, mesmo se eu permanecer escondido do mundo", afirmou.

>> Papa diz ver Igreja 'desfigurada' por divisões

Bento XVI também pediu uma verdadeira renovação da Igreja. "Temos que trabalhar para a realização do verdadeiro Concílio Vaticano II e para a verdadeira renovação da Igreja", disse aos religiosos.

Esta é a última vez que Bento XVI se reúne com os padres de Roma antes de renunciar ao Pontificado.

O papa foi recebido com aplausos pelas centenas de sacerdotes que o aguardavam na Sala Paulo VI. Bento XVI respondeu com um largo sorriso e agradeceu pelas demonstrações de carinho.

>> Algumas reflexões sobre a renúncia