É um dia muito triste para o futebol, diz presidente da Fifa

"É um dia muito triste para o futebol", disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino, após a tragédia área com o time da Chapecoense na Colômbia. 

"Neste momento difícil, os nossos pensamentos são para as vítimas, para seus parentes e amigos. A Fifa expressa suas condolências também aos torcedores da Chapecoense, assim como à toda a comunidade e aos meios de imprensa esportiva do Brasil", afirmou Infantino. 

Um avião que levava o time da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na noite desta segunda-feira (madrugada desta terça-feira pelo horário de Brasília) e matou cerca de 75 pessoas. 

A aeronave levava 81 passageiros, sendo nove tripulantes, a maioria jogadores, dirigentes e profissionais de imprensa. O acidente com a Chapecoense, que disputaria a final da Copa Sul-Americana amanhã (30) com o Atletico Nacional, é considerado a pior tragédia do futebol brasileiro e a com o maior número de vítimas de toda a história esportiva.

>> Chapecoense: Colômbia atualiza lista de sobreviventes em tragédia aérea

>> Anac negou pedido de voo fretado da Chapecoense do Brasil para Colômbia

>> Veja a lista de passageiros do avião que caiu na Colômbia