Aeronáutica da Colômbia confirma morte do goleiro Danilo

A Aeronáutica Civil da Colômbia confirmou a morte do goleiro Danilo, herói da Chapecoense na Copa Sul-Americana. Em uma lista de sobreviventes publicada pelo órgão no Twitter, o nome do arqueiro de 31 anos não está mais entre os sobreviventes.    

Até o momento, seis ocupantes do voo escaparam com vida: os jogadores Alan Ruschel, Jackson Follmann e Hélio Hermito Zampier Neto, a aeromoça Ximena Suárez, o técnico de voo Erwin Tumiri e o jornalista brasileiro Rafael Henzel. 

Ele era considerado o "herói" da classificação da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana.

>> Chapecoense: Colômbia atualiza lista de sobreviventes em tragédia aérea

>> Anac negou pedido de voo fretado da Chapecoense do Brasil para Colômbia

>> Veja a lista de passageiros do avião que caiu na Colômbia

>> Temer decreta 3 dias de luto por tragédia com Chapecoense

>> Brasil envia avião para repatriação de corpos da Chapecoense

>> CBF suspende final da Copa do Brasil após desastre com Chapecoense

>> Relembre desastres aéreos que chocaram o futebol

>> É um dia muito triste para o futebol, diz presidente da Fifa