Após queda recorde na véspera, Ibovespa abre negativo e segue recuando 

Ações de estatais como Petrobras e Banco do Brasil apresentam fortes perdas nesta terça

A Bolsa de Valores de São Paulo abriu as negociações dessa terça-feira (30) em baixa e seguiu recuando durante a manhã, apontando para uma tendência de queda. Em menos de uma hora a variação já havia caído para menos de 1% negativo. Às 10h47, o Ibovespa, índice que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBovespa, apresentava queda de 1,87% aos 53.605 pontos. Na véspera, o Ibovespa fechou com recuo de 4,52% a 54.625 pontos – a mais expressiva queda atingida desde setembro de 2011.

>> Ibovespa fecha em forte queda e ações da Petrobras perdem mais de 11%

O dólar também continuava apresentando uma forte valorização. Às 10h49, a moeda norte-americana atingia R$ 2,460. O dólar vem apresentando tendência de alta desde o começo do mês. Na véspera, a moeda fechou cotada em R$ 2,455.

Às 10h34, ações preferenciais de estatais figuravam no quadro de principais quedas. As ações ON do Banco do Brasil recuavam fortemente em 6,67%. As ações da Petrobras, que na véspera atingiram recuos inferiores a 10% negativos, no começo das negociações desta terça atingiam queda de 4,79% nas ações ON e de 4,41% nas ações PN.

Apesar disso, ações PNA da Vale atingiam valorização de 0,94% às 10h39, após a queda do preço do carvão e a suspensão das atividades da mineradora em Isaac Plains, na Austrália – alegando que a operação na mina não é mais economicamente viável frente às atuais condições de mercado. O quadro de altas era liderado pelas ações da Souza Cruz, com valorização de 1,69, seguidas pelas ações da Cemig, com alta de 1,42%.

Wall Street em queda

As negociações na Bolsa de Valores de Nova York também seguiam com perdas nesta terça-feira (30). O índice Dow Jones sigia recuando em 0,13% aos 17.049 pontos às 10h59. O índice S&P 500 também recuava 0,15% aos 1.974 pontos e o índice de tecnologia Nasdaq perdia 0,18% aos 4.497 pontos.

Na Europa, quadro é favorável na maioria dos mercados

Nesta terça-feira, o índice FTSEUrofirst 300 apresentava variação positiva, atingindo valorização de 0,26% aos 1.375 pontos às 10h48. A maioria dos principais índices dos mercados europeus seguia apresentando variação positiva, com exceção de Londres, que apresentava recuo de 0,51% aps 6.612 pontos no índice FTSE 100.

Em Paris, o CAC 40 subia 0,86% aos 4.395 pontos. Em Frankfurt, o Deutsche Borse AG HDAX avançava 0,13% aos 4.892 pontos. Em Milão, o FTSE MIB apresentava ganhos de 0,77% aos 20.683 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 tinha alta de 0,51% aos 5.733 pontos. Em Madrid, o IBEX 35 avançava 0,57% aos 10.746 pontos.

*Do programa de estágio do JB