Beija-Flor: Joãosinho Trinta transformou Carnaval em espetáculo

Em nota oficial divulgada na tarde deste sábado (16), a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis lamentou a morte de Joãosinho Trinta. O carnavalesco estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo do hospital UDI, em São Luís, no Maranhão, e não resistiu a um choque séptico secundário à pneumonia e infecção urinária.

>> Morre o carnavalesco Joãosinho Trinta

>> Sérgio Cabral lamenta a morte de Joãosinho Trinta

>> Anônimos e famosos se manifestam via Twitter

"Joãosinho Trinta não foi importante somente para a história da Beija-Flor, mas de todo o Carnaval carioca", disse, no comunicado, Laíla, diretor da agremiação. "Ele tinha um espírito inovador e ousado, e foi peça importante para a transformação dos desfiles das escolas de samba no espetáculo que temos hoje".

"A Beija-Flor está profundamente consternada, e tenho certeza que é o mesmo que está sentindo toda a nossa comunidade", concluiu o dirigente.

Vejas imagens da vida e carreira de Joãosinho Trinta

Joãosinho Trinta seria destaque principal do último carro da escola no Carnaval 2012, que homenageia os 400 anos de São Luís do Maranhão, sua cidade natal.

O carnavalesco estreou na Beija-Flor em 1976, ano do primeiro campeonato da escola no grupo principal. Ele permaneceu na agremiação até 1992, conquistando cinco campeonatos.

A assessoria de imprensa do estado do Maranhão informou que o corpo do carnavalesco será enterrado às 10h de segunda-feira (19), em São Luís. O velório acontecerá no Museu Histórico e Artístico, localizado no centro histórico da cidade.