Médico de Gianecchini diz que ainda é cedo para quimioterapia

O infectologista David Uip, um dos professores-doutores que cuida do estado de saúde de Reynaldo Gianecchini, afirmou no início da tarde desta quinta-feira (11) que a quimioterapia para curar o linfoma não-Hodgkin é contra-indicada no momento por causa de um processo infeccioso agudo, que eles esperam curar nas próximas horas com o uso de antibióticos que o ator já está tomando.

>> Marília Gabriela e Cláudia Raia visitam Gianecchini

>> Médico diz que Gianecchini perderá cabelo durante tratamento

>> Gianecchini começa quimioterapia na segunda 

>> Diagnosticado com câncer, Gianecchini pede apoio aos fãs

>> Famosos enviam mensagens de apoio a Gianecchini pelo Twitter

David também afirmou que, sendo assim, é provável que o tratamento cancerígeno comece na próxima segunda-feira (15), como já tinha sido anunciado peloJornal Nacional na última noite.

David ainda explicou que depois da cirurgia de hérnia, Gianecchini teve uma reação alérgica no corpo todo e uma infecção na perna. Com isso, os gânglios aumentaram. A perna já está boa, e estão agora cuidando somente da garganta.

David também falou que os médicos já fizeram todos os exames e será identificado nas próximas horas o sobrenome desse tumor, ou seja, sua especificidade.