Viva Mozart!

Semana com surpresas, grande regente e talentoso pianista juntos celebrando gênio austríaco; orquestra prepara projeto inovador; duas óperas e a certeza de que a semana vai brilhar com a prata da casa, que na verdade é ouro puro. Para não perder o hábito, basta clicar na foto abaixo e sempre o melhor da música clássica estará como um coringa. Boa semana! 

KARABTCHEVSKY e STEUERMAN 

Uma agradável surpresa que promete muito sucesso é a presença no mesmo concerto de dois grandes músicos. O maestro Isaac Karabtchevsky, regente titular da Orquestra Petrobrás Sinfônica terá como convidado o talentoso pianista Jean-Louis Steuerman, e estarão hoje e amanhã, às 20h, no palco da Sala Cecília Meireles, para a admiração de seus apreciadores. 

Isaac Karabtchevsky tem desenvolvido uma das carreiras mais brilhantes no cenário musical brasileiro, atuando por 26 anos como maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira. A partir de 2004, Karabtchevsky assumiu a direção da Orquestra Petrobras Sinfônica. 

Jean-Louis Steuerman ganhou grande reconhecimento internacional depois de conquistar, em 1972, o segundo lugar no Concurso Johann Sebastian Bach, em Leipzig. Steuerman se apresentou como solista com a London Symphony sob regência de Claudio Abbado, com a Royal Philharmonic sob a batuta de Lord Menuhin e Vladimir Ashkenazy e com a Orquestra do Gewandhaus Leipzig com Kurt Masur. Debutou nos Concertos Promenade BBC in 1985 com grande sucesso de crítica tocando o Concerto em Ré menor de Bach com a Polish Chamber Orchestra. Apresenta-se com diversas Orquestras na Europa e Estados Unidos, entre elas a English Chamber, Royal Liverpool Philharmonic, City of Birmingham Symphony, Seattle Symphony, Baltimore Symphony e Indianapolis Symphony Orchestra. No Brasil toca regularmente com as Orquestras Sinfônica do Estado de São Paulo, Petrobras Sinfônica e Sinfônica Brasileira.

No programa totalmente dedicado ao célebre compositor W.A.Mozart, serão executadas a “Abertura da ópera As Bodas de Fígaro”, o Concerto para Piano e Orquestra nº 20 em Ré menor K466 e a Sinfonia nº 38 “Praga” em Ré Maior, K. 504.

Ingressos e informações: 2332-9223 e 2332-9224

Sala Cecília Meireles

Largo da Lapa, 47 - Centro

HITS NACIONAIS 

A Orquestra Petrobras Sinfônica prepara EP com versões de hits do rock nacional. Imaginem que o som pesado das guitarras vai ser substituído pela leveza dos violinos, flautas e violoncelos. Em mais um projeto inovador, a Orquestra Petrobras Sinfônica está preparando um EP com hits como “Flores”, do Titãs, e “Vida Passageira”, do Ira!, interpretadas por um quinteto de cordas e metais. “O Clássico é Rock” chega aos players digitais hoje e traz ainda versões de “Me Adora”, da Pitty, e “Relentless Game”, parceria entre as bandas Scalene, vice-campeã da segunda temporada do Superstar, e a potiguar Far From Alaska, que acaba de receber o prêmio de “We are the future” (Artista Revelação) na primeira edição do International Midem Awards em Cannes, na França. Produzido por Rafael Ramos e gravado em parceria com a DeckDisc, o EP faz parte de uma série de iniciativas da OPES para democratizar a música clássica e renovar o público do gênero.

TALK SHOW 

Continua a Série Instrumental Nova Vida, um Talk Show conduzido pelo músico e produtor Teo Lima, no simpático bairro de Botafogo. O próximo convidado será Danilo Sinna, saxofonista, compositor e arranjador, que atualmente divide seu tempo entre shows com seu quarteto, Banda Ouro Negro e a Orquestra Atlântica, onde é um dos líderes e arranjador do grupo.O evento será no dia 6 de setembro, às 19h30 e terá a  abertura do DUBA grupo vocal. Tranqüilidade absoluta, uma vez que existe estacionamento no local e o evento é entrada franca. 

Informações: 2541-0922

Igreja Cristã Nova Vida

Rua General Polidoro, 165 - Botafogo

ÓPERAS 

Hoje é a estréia da I Bienal de Ópera Atual, às 19h30, Salão Leopoldo Miguez, da Escola de Música da UFRJ, com repetições dias 2 e 3, no mesmo horário e local. 

Será exibida pela primeira vez a Ópera do Mambembe Encantado, do compositor e pesquisador premiado Eli-Eri Moura. A ópera narra a história de um triângulo amoroso entre um mágico, um palhaço e uma malabarista, uma fábula que mescla humor e romance, estrelada por quatro grandes cantores líricos: Homero Velho, Lara Cavalcanti, Flávio Leite e Gabriela Geluda. A direção musical é do maestro convidado Carlos Prazeres e a direção artística do evento é do professor, pesquisador e compositor premiado Mario Ferraro. 

A segunda ópera será Medeia do compositor Mario Ferraro, que será encenada dias 15, 16 e 17 de setembro, às 19h30, no mesmo local. 

Informações: 2240-1441

Salão Leopoldo Miguez – Escola de Música da UFRJ

Rua do Passeio 98 - Centro

Dica da Semana, Mozart iria aplaudir a improvisação de Yuja Wang