Música clássica: agenda da semana - 1º a 7 de março

A temporada de concertos no Rio, a capital cultural do país, começaria em março, com todo seu esplendor musical, mas ainda não foi possível. O ano de 2011 teve a presença de vários fortes súbitos que não faziam ou não deveriam ter feito parte da dinâmica no meio musical. Mas mesmo assim o ano acabou em paz e não se deveria começar outro ano com os mesmos sentimentos de subtração, sob qualquer aspecto que possa parecer negativo. 

Pensamos muito em Brahms, compositor que a coluna adora de paixão, pela beleza e profundidade de sua obra monumental, mas apesar desta beleza existem obras muito belas, mas com o perfil trágico. Um dos melhores exemplos é o arrepiante Ré, nota que a orquestra começa com toda sua plenitude, o maravilhoso Concerto nº1 do gênio alemão, que também nos faz delirar de emoção. Tudo tem seu lado positivo e negativo, o yang e o yin, o branco e o preto, enfim os contrários existem e o importante é a superação. 

A coluna gostaria de lançar a “Desdramatização”. Seria muito importante suavizar, devolver a energia emocional, enfim, fazer o translado de novas atitudes para, então, ser tirado o caráter dramático, visto somente pelo lado negativo.

Desejamos que a Cidade da Música, esse era o nome oficial, ou Cidade das Artes, inaugure a sua temporada com uma orquestra do Rio de Janeiro, a Orquestra Sinfônica Brasileira ou a Orquestra Petrobras Sinfônica.

NOVA SÉRIE – A Secretaria Municipal de Cultura, através de seu programa “Rio Música”, tem nova série de música clássica, todas as quintas-feiras. A programação acontece no Centro Musical de Referência da Música Carioca Arthur da Távola. No recital de hoje, às 19h30, o convidado é o Duo Katz, violoncelo e piano, que há 36 anos fazem carreira juntos tanto no Brasil como no exterior. No programa, obras de Beethoven, Fauré, Schumann e Marlos Nobre. Na realização, o Instituto Música Brasilis, de Rosana Lanzelotte. Ingressos no local.

PRISMAS – A série Prismas Musicais programou para dia 4, às 19h, recital do Duo Veredas formado pelo violinista Ayaran Nicodemo e pelo violoncelista Murilo Alves na Igreja Presbiteriana Ipanema-Leblon, com entrada franca.

CORAL – O tradicional e ótimo Coral Israelita Brasileiro, com a regência de Abrahão Rumchinsky, fará concerto dia 5, às 18h30, na Igreja da Candelária. No programa, obras de Villa-Lobos, Morelenbaum e música judaica, com entrada franca.

FALLA – A série Música de Primeira convida para o recital de Manuela Vieira, soprano, e Luiz Henrique Mello, violão, com a participação da atriz Camila Leal. Dia 1º, às 19h30, na Primeira Igreja Batista do Rio, com um programa dedicado ao compositor espanhol Manuel de Falla, com entrada franca.

MÚSICA NO MUSEU – Hoje, às 12h30, no Museu Nacional de Belas Artes,recital da pianista Paula da Matta com obras de Chopin, Liszt e Piazzolla. Dia 2, às 12h30, o excelente Duo Milewsky, formado por Jerzy Milewsky, violino, e Aleida Schweitzer, piano, faz recital no Centro Cultural Light com programa Paganini, Sarasate, Haendel, Bach e Huba. Dia 3, às 12h30, no Museu do Exército/Forte Copacabana, apresentação do Coral Al-Shalon com programa de música judaica. Dia 4, às 11h30, no Museu da República, pianista Paulo Brasil, tocando Chopin e Villa-Lobos. Dia 5, às 12h30, na Biblioteca Nacional, João Wilson e Sergio Ribeiro, violões mostram páginas de Edmundo Villani-Cortes, Satie e Granados. Dia 7, às 12h30, recital do violonista Turíbio Santos com obras de Villa-Lobos, Albeniz e João Pernambuco. Todos os concertos da série são com entrada franca.

DICA DA SEMANA