O câncer de mama

A mulher carioca é considerada referência brasileira. O seu caminhar até a praia virou letra e canção da MPB, e Garota de Ipanema há décadas é traduzida em vários idiomas pelo mundo. Linda, ela vem, e, cheia de graça, passa a caminho do mar na música de Vinicius de Moraes e Tom Jobim. Entretanto, um dado parece não condizer com toda essa poesia. Como é que um estado com tantas moças de corpo dourado pode ser campeão em incidência de câncer de mama?

Segundo as novas estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o estado do Rio de Janeiro continua liderando nesse ranking negativo em relação à incidência da doença, com expectativas de 94,93 casos a cada 100 mil mulheres, para 2012. Por sua vez, a capital fluminense deve ter 121 casos novos a cada 100 mil mulheres, no mesmo período. No Brasil, estima-se que sejam diagnosticados 52 novos casos da doença a cada 100 mil brasileiras, ao longo dos próximos meses.

Por esse motivo, a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) em parceria com as entidades associadas está dando continuidade à campanha Faça por Mim, iniciada durante a última edição do movimento Outubro Rosa. O objetivo é esclarecer para a comunidade o quanto é importante o diagnóstico precoce do câncer de mama. Além disso, a entidade não tem medido esforços para incentivar que as mulheres procurem seus médicos e façam o exame de mamografia, anualmente. Isso quando há indicação por parte do especialista ou quando a paciente tem mais de 40 anos de idade, o que está assegurado pela Lei federal 11.664, desde 2009.

Isso porque, lembrando a música, se a mulher sabe que quando pratica o autocuidado e realiza exames médicos periódicos, o mundo inteirinho se enche de graça. Quando ela consegue o diagnóstico e tratamento de excelência e em tempo adequado, o câncer de mama tem cura. E, sem dúvida nenhuma, com mais vidas salvas, tudo fica mais lindo por causa do amor... Principalmente, por causa do amor próprio.

Maira Caleffi, médica, é presidente da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).