Rock in Rio: operação da Prefeitura recomeça hoje

A Prefeitura do Rio recomeça nesta quarta-feira a operação para a segunda etapa do Rock in Rio, que será realizado de quinta a domingo. CET-Rio, Seop e Guarda Municipal já iniciaram a mobilização das equipes para bloqueios e ordenamento urbano a partir do planejamento operacional estabelecido ontem em reunião no Centro de Operações Rio. 

A reunião foi coordenada pelo secretário de Turismo e presidente da Riotur, Antonio Pedro, pelo secretário de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, pela presidente da CET-Rio, Claudia Secin, e pelo secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão. O encontro também contou com a presença de representantes da Fetranspor, Defesa Civil, Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal, Comlurb, Polícia Militar, além da vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina. 

>> Veja a cobertura completa do Rock in Rio

>> Entrar com alimentos na Cidade do Rock agora é permitido. Veja as regras

De acordo com análise de trânsito feita da primeira etapa do evento, a CET-Rio optou por iniciar os bloqueios viários mais cedo na quinta-feira, a partir das 11h. A Prefeitura do Rio reitera a recomendação aos que vão ao festival para que priorizem a utilização de transporte público coletivo. Os motoristas devem, sempre que possível, evitar circular pelas vias no entorno do evento, principalmente Estrada dos Bandeirantes (entre Vargem Pequena e Curicica), Av. Embaixador Abelardo Bueno, Av. Ayrton Senna e Av. das Américas (entre Alvorada e Estr. Benvindo de Novais). 

Na reunião, a Prefeitura exigiu e a Fetranspor comprometeu-se a não permitir passageiros viajando em pé nos ônibus especiais e nem a cobrança e o embarque nos pontos comuns e terminais de ônibus de pessoas que não tenham comprado o Rio Card Rock in Rio com antecedência.

A organização reforçará a sinalização nas vias que indicam de onde saem os ônibus. Na saída do evento, além dos coletivos, há a opção de táxi, que são autorizados a acessar a área bloqueada pela Av. Salvador Allende após a 0h para receber passageiros.

A Prefeitura do Rio também solicitou reforço na segurança de toda a área do evento e determinou à organização melhor operação na via de serviço e distribuição do público credenciado para que, desta forma, a passagem seja alargada.