Jornal do Brasil

Rio - Rock In Rio

Airbnb registra crescimento de 50% no número de hóspedes no Rio de Janeiro durante festival de música  

Bairros mais procurados durante o período do evento foram Copacabana, Barra, Ipanema e Recreio

Jornal do Brasil

O período de 26 de setembro a 6 de outubro será bastante movimentado no Rio de Janeiro. O Airbnb registrou um crescimento expressivo de viajantes, que optaram pela locação por temporada via plataforma para curtir o festival de música na cidade, em especial em grupos de família e amigos. O número de chegadas de hóspedes pelo Airbnb cresceu 50% em relação ao da última edição do evento, em 2017. 

Datas sazonais e grandes eventos como este são de extrema importância para a comunidade, que pode utilizar o aluguel de casas inteiras ou quartos ociosos para se beneficiar do fluxo de turistas na cidade e obter uma renda extra.

Uma pesquisa do Airbnb de janeiro deste ano mostra que 69% dos anfitriões brasileiros utilizam a renda extra com a plataforma para a continuar a morar em suas casas, e que 55% deles contam com essa renda para deixar as contas em dia.

Só no Brasil, o Airbnb gerou um impacto direto de R$ 7,7 bilhões no ano passado considerando toda a cadeia que envolve o turismo, como restaurantes e comércio locais, não apenas hospedagem.

As cinco cidades que originaram o maior número de hóspedes para o festival do Rio deste ano foram São Paulo, Belo Horizonte. Brasília, Curitiba e o próprio Rio de Janeiro, o que revela a opção de cariocas pela locação por temporada para ficarem mais próximos ao local do evento.

Já bairros mais reservados na cidade via Airbnb para o período foram Copacabana, Barra, Ipanema e Recreio.