Preso suspeito de participar da morte de coronel da PM na Zona Norte do Rio

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Lins de Vasconcelos prenderam nesta quinta-feira (21) um dos suspeitos de participação na morte do coronel Luiz Gustavo Teixeira, comandante do 3º batalhão da Polícia Militar (Méier), no dia 26 de outubro.

O oficial retornava de uma cerimônia de mudança de comando no batalhão do Leblon e estava fardado quando parou em um sinal de trânsito na Rua Hermengarda, no Lins, e foi um dos alvos de um arrastão promovido por criminosos. 

Quando notaram que o coronel Teixeira estava fardado, fizeram dezenas de disparos contra o carro em que ele estava. Um cabo da PM, motorista do comandante, reagiu à ação dos criminosos, mas acabou ferido sem gravidade. Os criminosos conseguiram fugir. O oficial morreu quando chegou no Hospital Municipal Salgado Filho, para onde foi levado às pressas.

Prisão

A prisão desta tarde ocorreu quando os agentes da UPP realizavam uma operação na Avenida Menezes Côrtes (Estrada Grajaú-Jacarepaguá). Os policiais avistaram dois homens em uma moto e iniciaram a abordagem. Os suspeitos atiraram contra os policiais e houve confronto. A moto tombou, o piloto levantou em seguida e conseguiu fugir, mas o carona foi preso.

Com o suspeito foram apreendidas uma pistola automática, 11 munições e cerca de 30 pequenos pacotes de maconha. Ferido durante a operação, o homem está detido no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Durante o registro do caso na Cidade da Polícia, foi constatado que o criminoso já havia sido reconhecido por outro preso e por duas testemunhas como participante do crime que resultou na morte do coronel.