Crivella inaugura escola para 548 alunos em Curicica, na Zona Oeste 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, inaugurou nesta sexta-feira, dia 27, o novo prédio da Escola Municipal Lincoln Bicalho Roque, em Curicica, Zona Oeste da cidade. Com a entrega das novas instalações, os 548 alunos da unidade deixam de utilizar as salas provisórias instaladas no pátio do Ciep Rubens Paiva, no mesmo bairro.

- Não há nada mais importante para um governo que abrir uma escola. Estamos inaugurando um futuro melhor para nossas crianças. Uma escola é o melhor remédio contra a violência - disse o prefeito.

Crivella elogiou a iniciativa da estudante Letícia Ferreira, de 11 anos, integrante da comissão que cobrou do secretário de Educação o término das obras da escola, fechada desde 2015. Emocionada, a aluna do 6º ano lembrou que vai usufruir pouco das novas instalações.

- Estou muito feliz pela nova escola. A gente não tinha muito espaço lá no Ciep para as atividades, ficava espremido. E eu não pedi (o fim das obras) só pra mim, porque já estou no 6º ano e terei que ir para outra escola ano que vem.

O novo prédio da Lincoln Bicalho Roque foi construído no mesmo endereço das antigas instalações, seguindo modernos padrões de acessibilidade, climatização e acústica para proporcionar conforto aos alunos, professores e demais servidores. Um exemplo foi a instalação de forros e painéis de vedação termoacústicos e esquadrias especiais. 

- A comunidade de Curicica está de parabéns por ter se organizado e pressionado para que a gente finalizasse a obra. Essa escola é um presente para vocês - afirmou o secretário Municipal de Educação, Cesar Benjamin.

O prédio tem fachada dupla com brise-soleil, dispositivo contra a incidência direta do sol que permite a passagem de correntes de ar, tornando o espaço escolar mais confortável e arejado. Já as fachadas duplas são fundamentais para diminuir a temperatura no interior da edificação, ainda gerando economia de energia por meio da otimização do uso de condicionadores de ar.

A escola tem 24 salas de aula, biblioteca e quadra coberta. Até o fim do ano, a unidade manterá o funcionamento em dois turnos, com 18 turmas e 548 alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental.

Presente ao evento, o secretário Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, Indio da Costa, deu uma outra boa notícia para a área educacional. "Até o fim do ano, serão licitadas as obras de 101 escolas que precisam de reformas", adiantou Indio.