Após emendas, Alerj volta a votar prorrogação da calamidade pública nesta terça-feira

Governo argumenta que as condições a qual gerou a calamidade “seguem mantidas”

Nesta terça-feira (23), o projeto que pede a extensão do estado de calamidade pública no Rio de Janeiro até dezembro de 2018 voltará a ser votado pelos parlamentares na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na última semana, a proposta foi à pauta e recebeu 38 emendas.

Antes do início da votação, a Mesa Diretora da Alerj vai se reunir com os líderes partidários e escolher as emendas que serão incluídas, ou não, no texto do projeto. Depois a proposta segue para a votação dos deputados em regime de urgência.

O estado de calamidade pública foi decretado originalmente em novembro de 2016, e previa validade até o final deste ano. O governador, Luiz Fernando Pezão, pede que o prazo seja estendido até dezembro de 2018, alegando que "apesar dos esforços da administração para alcançar o equilíbrio das finanças públicas, ainda seguem mantidas as condições que levaram à decretação do estado de calamidade pública".