Uerj se veste de luto em protesto contra cortes de verba

Um protesto em defesa da sobrevivência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) está marcado para a próxima terça-feira (24), às 9h, no campus Maracanã da universidade. O ato público “Uerj de Luto na Luta” manifesta pela instituição que vem sendo sucateada em função da ausência de repasses de verbas por parte do governo estadual. A manifestação reúne alunos, técnicos administrativos, professores, artistas, intelectuais, além de representantes de entidades diversas, pela manutenção do ensino público e desenvolvimento das atividades de pesquisa, extensão e cultura.

"O luto presente nesse manifesto é importante para pensarmos o quanto a UERJ é pujante como  patrimônio histórico e cultural do nosso estado, sua contribuição para o desenvolvimento econômico e social do território fluminense e sua potência no plano da educação nacional", afirma a professora do Departamento de Ciências Humanas, Joana Bahia.

De acordo com o diretor do Departamento Cultural da universidade, Ricardo Lima, "a UERJ está de luto pela ameaça que lhe querem imputar e também pela condenação à morte de uma sociedade que se encontra privada de seus direitos fundamentais de cidadania e democracia. Lutamos para dar continuidade ao projeto de transformar pessoas em cidadãos".

Para a coordenadora de Estudos Estratégicos e Desenvolvimento da instituição, Tatiane Alves, "essa é a forma que encontramos de dizer que, embora seja dolorosa a agonia imposta à Uerj, pela força de um governo que não vê a educação pública como prioridade, nós estamos vivos, ativos e lutando para evitar que seja dado um golpe fatal no futuro do estado do Rio de Janeiro".

Durante o ato estão programadas atividades culturais como performances, apresentações musicais e exposições. Estão confirmadas as presenças dos sambistas Aluísio Machado e Zé Katimba, do grupo AH! BANDA, com direção de Ilana Linhales e dos Corais da Uerj, sob regência de Mário Assef. A mostra "A Uerj que sonhamos", com trabalhos dos alunos do CAp-Uerj inaugura na Galeria Candido Portinari, às 12h. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais