Prefeito empossa subsecretária de Bem Estar Animal

O prefeito Marcelo Crivella deu posse, na manhã desta quinta-feira (19/01), à subsecretária de Bem Estar Animal, Suzane Rizzo, em solenidade realizada no Palácio da Cidade. Erradicar o abandono dos animais nas ruas do Rio, seguindo o exemplo de países como Holanda e Uruguai, será a meta principal do órgão vinculado ao Gabinete do Prefeito. Para essa conquista, serão ampliadas as ações de castração no município, que hoje conta com uma rede de dez postos. A ideia é que o serviço seja expandido para outras áreas da cidade a partir de parcerias com o setor privado. Além disso, a prefeitura pretende investir na conscientização sobre o abandono e maus-tratos de animais por intermédio de ações educacionais, buscando maior punição para esses crimes.

- Estamos dando posse a uma pessoa que há 25 anos dedica a vida à proteção animal. Suzane tem grandes desafios, mas contará com todo o apoio do governo e da sociedade, onde encontramos pessoas dedicadas à causa, que dão um show de cidadania. O Rio não seria encantador em sua natureza se não tivesse a presença desses protetores, que fazem algo extraordinário que deveria ser imitado por todos - disse o prefeito.

Outro projeto da subsecretaria é trabalhar alinhada com organizações como a Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), que funciona em Benfica, na Zona Norte do Rio, e abriga atualmente milhares de animais, como cães, gatos e cavalos, encontrados nas ruas em situação de abandono ou maus-tratos.  

- Além da Suipa, existe uma rede anônima de heróis que trabalham em função dos animais. Precisamos dessas parcerias - disse a subsecretária, que pretende ainda intensificar o trabalho conjunto com o Centro de Controle de Zoonoses, em Santa Cruz, e o Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman, localizado na Mangueira. Para ela, bem-estar animal e bem-estar humano devem “caminhar juntos”: 

- O município tem uma história já desenhada em proteção animal e combate de zoonoses. Temos uma estrutura montada e vamos trabalhar muito. Esse é o nosso objetivo e o desejo de todos os protetores do município.  

A cerimônia de posse foi acompanhada por dezenas de protetores. Com experiência de sete anos em resgate de animais abandonados ou feridos, a carioca Natalia Guimarães, de Bangu, acredita ser preciso ampliar a fiscalização e a punição aos agressores:

- Por mais provas que consigamos reunir, muitas vezes não sabemos a quem recorrer e de que maneira podemos fazer isso. Necessitamos desse apoio para que a lei seja cumprida. Tenho fé de que a subsecretaria vai nos ajudar, sendo essa ponte que tanto precisamos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais