Guarda Municipal aumenta efetivo na orla e reforça patrulhamento com cães

A Operação Verão da Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) passa a contar, a partir desta sexta-feira (20/01), com um aumento substancial nas equipes que patrulham a orla das zonas Sul e Oeste: o efetivo de fins de semana e feriado saltará de 220 para 306 agentes. Deste reforço de 86 guardas, 16 vão atuar em dupla com oito cães nas estações do metrô de Copacabana e Ipanema, além do calçadão do Arpoador. Trata-se de mais um avanço do Plano de Prevenção Contra Pequenos Delitos e Arrastões nas Praias da Cidade que, elaborado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), está readequando o planejamento operacional da Guarda com o objetivo de garantir mais segurança aos banhistas, turistas e à população em geral na areia, beira-mar e nos principais corredores de acesso à orla.

Lançado no último sábado (14), o Plano de Prevenção trouxe importantes parcerias, como a atuação integrada com a Polícia Militar no sistema de radiocomunicação na mesma frequência e o apoio da Guarda Municipal em ações preventivas de segurança pública da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos que buscam resguardar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Em breve, o plano contará com o suporte de câmeras do Centro de Operações Rio (COR), redirecionadas para reproduzir, por exemplo, imagens da faixa de areia, o que depende apenas de ajustes técnicos.

Na soma de esforços por ações preventivas de segurança pública, a Guarda Municipal começa a ter acesso direto aos índices de criminalidade registrados pelo ISP (Instituto de Segurança Pública). As imagens do COR (que amplia o espaço que desde 2010 abriga o Centro de Controle Operacional da Guarda) e as informações da mancha criminal provenientes do ISP já estão impactando no planejamento da GM-Rio.

- Estamos interagindo com o prefeito para termos protocolos definidos por decreto para recebermos no COR imagens de câmeras de segurança de comércios e prédios residenciais em vias públicas - explicou o secretário municipal de Ordem Pública, coronel PM Paulo Amendola, que tem a GM-Rio em sua estrutura.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais