Águas cristalinas das praias cariocas atraem banhistas

Segundo o Inea, fenômeno é associado à entrada de correntes oceânicas

O mar cristalino tem sido um atrativo a mais para cariocas e turistas aproveitarem as praias do Rio de Janeiro. O fenômeno das últimas semanas pode ser associado à entrada de correntes oceânicas, fator que favorece a ocorrência de águas mais claras, segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que realiza o monitoramento das praias das zonas Oeste e Sul da cidade do Rio de Janeiro e de Niterói duas vezes por semana.

O monitoramento é realizado por técnicos do Inea, que percorrem todo o litoral, coletando amostras na superfície da água nos locais de maior incidência de banhistas.

Depois de coletadas, as amostras são levadas para o laboratório do Inea para serem analisadas. Os dois parâmetros utilizados para avaliar a balneabilidade das praias são os coliformes termotolerantes e enterococos.

Com os resultados das análises, os dados são encaminhados para a Gerência de Avaliação da Qualidade da Água. A análise final da praia como própria ou imprópria para o banho será definida a partir dos resultados das avaliações das cinco últimas coletas, conforme a Resolução CONAMA 274/00. Além das coletas, a observação visual, tais como a presença de manchas, contribui para compor a análise final daquele trecho de praia.

Obra melhora balneabilidade no Flamengo

A Galeria de Cintura da Marina da Glória, inaugurada em abril de 2016 pelo Governo do Estado, tem contribuído para melhorar a balneabilidade da praia do Flamengo.

"A praia do Flamengo apresentou no ano passado um total de 47% dos boletins de balneabilidade divulgados como próprios para banho, o que corresponde a uma melhora significativa da água, se comparada aos percentuais dos três anos anteriores: 6% em 2015, 26% em 2014 e 18% em 2013", explicou o gerente de Qualidade das Águas do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Leonardo Daemon.

Após a avaliação de cada praia, são divulgados, todas as terças e sextas, os boletins de balneabilidade no portal do Inea: www.inea.rj.gov.br.