Sem pagamento, bombeiro tenta caminhar do Rio até Niterói

Sem receber seus pagamentos devido à grave crise financeira enfrentada pelo estado do Rio de Janeiro, um militar do Corpo de Bombeiros tomou uma atitude inusitada para ir trabalhar, nesta quinta-feira (7). Sofrendo com a falta de dinheiro, o militar resolveu ir andando da Ilha do Governador até Niterói. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele foi levado pela Corregedoria do Corpo de Bombeiros e não chegou a ingressar na Ponte Rio-Niterói.

Através de nota, o Corpo de Bombeiros se manifestou dizendo que se “solidariza com a dificuldade enfrentada pelos servidores com a falta de pagamento que se acumula, porém, frisa que os mesmo têm o dever de arcarem com os custos de deslocamento para o trabalho, especialmente devido à vital importância dos serviços prestados pelos Bombeiros à sociedade”.

Ainda na nota do Corpo de Bombeiros, “o militar tem o direito de deslocar-se a pé, desde que e o faça sem colocar em risco outras pessoas ou a si mesmo. Como o trajeto especulado incluiria a Ponte-Rio Niterói, foi enviada uma viatura para evitar situações de risco".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais