Começa nova etapa de instalação da via permanente dos bondes de Santa Teresa

Intervenções estão em andamento no entorno da Praça Odylo Costa Neto

A Secretaria de Transportes iniciou, na segunda-feira (11/1), a nova etapa de instalação da via permanente dos bondes de Santa Teresa. O trabalho está em andamento no entorno da Praça Odylo Costa Neto, na esquina das ruas Felício dos Santos e Almirante Alexandrino. O local será interditado à circulação de veículos até sábado.  

Em dezembro, o Estado já havia iniciado a pré-operação do bonde de Santa Teresa, entre os largos da Carioca e dos Guimarães, com parada no Largo do Curvelo. O serviço de bondes no trecho Carioca-Curvelo-Largo dos Guimarães funciona das 11h às 16h e o acesso permanece gratuito durante a fase de pré-operação. A previsão é de que o projeto completo dos bondes seja concluído em 2017.  

- Os próximos passos serão os três quilômetros de vias que estão sendo construídos entre a Praça Odylo e o Largo do França. No fim de janeiro, entregaremos o serviço da Francisco Muratori, que não funcionava desde 1966, ligando a Lapa a Santa Teresa e à estação da Carioca - disse o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio.   

O novo modelo de bonde preserva as características estéticas tradicionais, entre elas a identidade visual, dimensões, cores, conjunto estético e os bancos de madeira, com a utilização de soluções tecnológicas visando à segurança.  

Novos sistemas 

Entre as principais mudanças, estão o sistema de freios magnéticos independentes, freio magnético de emergência no trilho, sistema de GPS, painel de comando, sistema de sonorização, roda com melhor dissipação de ruído e inscrição em curva, estribos retráteis (que não permitem que passageiros viajem em pé) e injeção e areia nas quatro rodas simultaneamente.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais