Acidente na Avenida Brasil deixa um morto e para o trânsito na cidade

Trânsito foi liberado por volta do meio-dia, 3 horas após a colisão entre ônibus e moto 

Uma batida envolvendo um ônibus e uma moto fechou a pista lateral e interditou parcialmente a pista central da Avenida Brasil, em Benfica, no sentido Zona Oeste, na manhã desta quinta-feira (8/10). O trânsito parou em vários pontos da cidade e o Rio entrou em Estágio de Atenção, que é o segundo nível em uma escala de três e significa que um ou mais incidentes impactam, no mínimo, uma região, provocando reflexos relevantes na mobilidade.

O morto era um policial militar que pilotava uma moto, que foi atingida pelo ônibus. De acordo com o Corpo de Bombeiros, pelo menos outras 10 pessoas ficaram feridas.

O ônibus teria atravessado a pista central, onde trafegava na faixa reversível no sentido Centro, e atingiu o PM, arrastando a moto, que ficou presa embaixo do coletivo. O corpo ficou mais de duas horas no local à espera da perícia, que não conseguia chegar devido ao engarrafamento. O motorista da Defesa Civil Estadual demorou cerca de 50 minutos para fazer o trajeto da Praça da Bandeira até o local do acidente. A pista lateral da via expressa no sentido Zona Oeste foi liberada às 11h34, mais de três horas depois do fechamento.

O congestionamento causado pela colisão atingiu as principais vias da cidade da Zona Norte a Zona Sul, como Linha Amarela, avenidas Francisco Bicalho, Rodrigues Alves, Presidente Vargas, Professor Pereira Reis, Viaduto do Gasômetro, Trevo das Forças Armadas, Via Binário, Praça da Bandeira, Radial Oeste e o Túnel Rebouças. Na Ponte Rio-Niterói, o tempo de travessia no sentido Rio chega a 72 minutos.

Ruas de diversos bairros do Centro, zonas Norte e Sul também são afetadas pelo acidente. Na região da Tijuca, já há engarrafamento  Avenida Paulo de Frontin, a partir da altura da Rua João Paulo I, sentido Avenida Francisco Bicalho; no Centro da cidade, há retenções na Rua Rivadávia Correia, Viaduto 31 de Março, sentido Santo Cristo, túneis Rebouças e Santa Bárbara, ambas no sentido Centro; os motoristas também enfrentam complicações nas avenidas Dom Hélder Câmara, sentido Benfica, e na Leopoldo Bulhões, também sentido Benfica. Vias da Lagoa, Humaitá, Botafogo, Gávea e São Conrado também são impactadas.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que foi prorrogado o funcionamento das faixas reversíveis das avenidas Professor Manuel de Abreu, no Maracanã, e Visconde de Niterói, na Mangueira.

Às 9h35, a pista central foi liberada e uma faixa que era usada como reversível também está sendo usada no mesmo sentido para desafogar o trânsito. Entretanto, a pista lateral segue fechada. Através do Twitter, o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, disse que determinou o reforço na operação nos trens e metrô até a normalização do tráfego.