CIPP no Grajaú reduz índices de criminalidade na região

Com cinco meses de funcionamento, a 1ª Companhia Integrada de Polícia de Proximidade (CIPP), vinculada ao 6º Batalhão de Polícia Militar (Tijuca), reduziu em cerca de 40% os índices de criminalidade nos bairros do Grajaú, Andaraí, Vila Isabel e parte da Tijuca. O governador Luiz Fernando Pezão visitou a unidade nesta quarta-feira (29/7) para conversar com moradores e parabenizar os policiais.

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam para queda nos índices criminais entre março a junho na comparação com o mesmo período do ano passado. Os roubos de rua foram reduzidos de 316 para 231 casos, roubos de veículos passaram de 67 para 40, roubos a estabelecimentos comerciais caíram de 66 para 27 e os roubos a residência foram de dois para nenhum caso. Já a letalidade violenta passou de uma para duas ocorrências.

"A segurança pública da região está toda integrada e a redução dos índices de criminalidade é significativa. Cada vez mais, aperfeiçoamos os mecanismos de patrulhamento e proximidade. Estamos aguardando a formação de novos policiais e queremos adotar essa prática daqui para frente, com o policial nas ruas, perto da população, com tecnologia, por meio do Facebook e passando o número do celular para os moradores para contato. Temos que nos aperfeiçoar sempre, mas está se mostrando uma prática bem positiva. É insistir, perseverar para mantermos no segundo semestre, os resultados que tivemos no primeiro", afirmou o governador. 

A 1ª CIPP é composta por 120 PMs que fazem rondas a pé, em viaturas e motopatrulhas e trabalham de maneira integrada com o policiamento realizado pelo 6º BPM e demais órgãos de segurança. Desde que a unidade foi criada, já foram registradas 2 mil visitas a moradores e comerciantes. 

Os policiais participaram de campanhas de doação de sangue e de distribuição de chocolates na Páscoa para crianças do morro dos Macacos, além de ministrarem aulas de ginástica para idosos que moram no Andaraí, em parceria com a UPP local. Segundo o relações públicas da PM, coronel Frederico Caldas, o objetivo é aproximar a população.