Morte na Lagoa : MP pede internação provisória de segundo adolescente

A 1ª Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude fez, nesta quinta-feira (28/05), um aditamento à representação enviada à Justiça na segunda-feira (25/05), para incluir a participação do segundo jovem na morte do médico Jaime Gold, esfaqueado no dia 19 de maio na Lagoa. Também foi requerida a internação provisória do adolescente.

Na quinta-feira, o adolescente prestou depoimento ao Ministério Público. Ele deverá responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio, assim como o primeiro jovem ouvido pelo MP na segunda.

A participação dos jovens na morte do médico Jaime Gold será apurada em um mesmo processo, que corre em segredo de Justiça. A Justiça tem até 45 dias a partir da data da apreensão dos adolescentes para decidir qual medida socioeducativa será adotada.