Justiça nega habeas corpus de ex-delegado da DPMA

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) negou o pedido de habeas corpus do delegado Fernando César Magalhães Reis, ex-titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e ex-diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE). O relator é o desembargador Flávio Marcelo de Azevedo Horta Fernanes.

O delegado responde pelos crimes de extorsão, extorsão mediante sequestro e concussão contra empresários. O réu foi preso em abril deste ano acusado de chefiar uma quadrilha que extorquia dinheiro de empresários. 

De acordo com os autos processuais, ele comandava um esquema milionário que tinha 26 empresas como alvos. Fernando César Magalhães Reis e outros nove policiais, também denunciados, exigiam dinheiro para não emitir laudos forjados de irregularidades ambientais.

O policial civil Márcio André Martins Benevides também teve pedido de habeas corpus negado pelos magistrados.