Conselheiro do TCE, Júlio Rabello é encontrado morto em casa

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE) Júlio Lambertson Rabello foi encontrado morto com um tiro na cabeça, em sua casa no Cosme Velho, na Zona Sul, na manhã desta segunda-feira (25). A Polícia Civil investiga o caso.

Segundo amigos da família, ele foi ao Maracanã, domingo à tarde, assistir Fluminense e Corinthians, e retornou para casa.

Rabello foi nomeado para o TCE em 2005. Anteriormente, exerceu os cargos de procurador do Ministério Público e assistente jurídico do Detran.

Em outubro de 2014, o conselheiro foi investigado pelo TCE por uma denúncia sobre a contratação da professora de educação física e personal trainer Alessandra Evangelista, como sua assistente de gabinete, em maio de 2010.

No entanto, depois de analisar os documentos sobre o caso, a comissão encarregada das investigações concluiu que Alessandra assinava o ponto corretamente.

O filho de Rabello esteve no Instituto Médico Legal (IML) para realizar os procedimentos para a liberação do corpo, mas não falou com a imprensa. O conselheiro será cremado às 14h30 desta terça-feira no Cemitério do Caju, na Zona Norte. O velório está previsto para começar às 11h.