Manutenção em Guandu deixará população do Rio 72 horas sem água

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio de Janeiro transferiu para esta quarta-feira a manutenção do sistema de Guandu, que deixará a população sem água por, pelo menos, 72 horas. A Cedae pede para que os habitantes da capital fluminense economizem água recompondo suas reservas até que o fornecimento seja normalizado.

Aproveitando a manutenção que estava prevista apenas para o verão, a companhia irá promover a primeira etapa da implementação de uma nova adutora que reforçará o abastecimento para as regiões da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Cerca de 3 mil homens da Cedae, em diversos pontos, realizarão uma vistoria minuciosa nos reservatórios e canais de água filtrada – o sistema é capaz de tratar 43 mil litros de água por segundo. Planejada há meses, a manutenção corretiva envolverá toda a região metropolitana do Rio. Hospitais e outros órgãos de atendimento essencial serão reforçados com carros-pipa.