Invasores começam a deixar condomínio em Guadalupe 

Invasores do conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida, que foi ocupado no domingo (9) em Guadalupe, na Zona Norte do Rio, começaram a deixar o local pacificamente por volta das 16h desta sexta-feira. A saída foi negociada com a polícia militar.

A Justiça do Rio tinha determinado a reintegração de posse do condomínio Residencial na última quinta-feira (13). O pedido foi feito pela construtora BR4, responsável pela construção do empreendimento imobiliário. 

O juiz que concedeu a liminar, Paulo José Cabana de Queiroz afirmou na decisão que a invasão é um desrespeito às famílias que esperaram e ganharam os apartamentos. Ele disse ainda que a invasão causa favelização dos ambientes e a presença de armas impede a prestação de serviços. 

O condomínio foi construído para famílias com renda até três salários mínimos e foi invadido por cerca de 200 pessoas, no último domingo (9).

A previsão da construtora era entregar as residências aos inscritos no Programa Minha Casa, Minha Vida até o final do ano. A Polícia Federal (PF) tomou conhecimento da invasão e informou que vai instaurar inquérito policial para apurar as circunstâncias do ocorrido.