Mais de 60 pessoas são atendidas em hospitais após protestos no Rio

Pelo menos 62 pessoas deram entrada no Hospital Souza Aguiar, no Rio, até a meia-noite de quinta-feira, após os protestos. Este é o maior número de feridos registrado desde o início da onda de manifestações. 

Em sua maior parte, os ferimentos foram causados por golpes de madeira, pedras, balas de borracha e spray de pimenta.

Entre os feridos estão um policial militar e quatro guardas municipais. Apesar do grande número de atendimentos, não houve registro de casos graves.