Epidemia de dengue em Búzios faz prefeito instalar gabinete em Hospital

André Granado, porém, deixou nesta quinta (28) o Hospital Municipal Rodolpho Perissé

A epidemia de dengue na cidade de Armação dos Búzios, que atinge outros 41 municípios do estado do Rio de Janeiro, fez com que o prefeito da cidade, André Granado(PSC), tomasse uma atitude drástica: na segunda-feira(25) ele instalou o gabinete dentro do Hospital Municipal Dr. Rodolpho Perissé, para verificar as de perto a situação. Nesta quinta-feira (28), ele deixou as dependências do hospital, após passar quatro dias no local, sem que a doença dê trégua.

A situação na cidade inspira tais cuidados. De acordo com dados da última terça-feira divulgados pela própria prefeitura, são 180 casos confirmados de dengue, sem nenhuma morte confirmada até o momento. O município de Armação de Búzios tem 27.560 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE)de 2010.

Vale destacar que, como há ponto facultativo nesta quinta-feira(28), as assessorias da prefeitura municipal de Búzios e da secretaria de saúde do município não foram encontradas para comentar os números.

Casos chegam a 48 mil no estado

De acordo com dados atualizados da Secretaria Estadual de Saúde nesta terça-feira, foram diagnosticados 48.361 casos suspeitos de dengue no estado, com 12 óbitos confirmados até o momento. Dos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro, 42 estão em epidemia, mas a lista de cidades nessa situação teve alteração em relação à semana passada. Nove municípios entraram na relação de epidemia, incluindo a região Metropolitana II, Norte Fluminense e Serrana.  Dois municípios da Região Serrana saíram da lista.

Estão em situação de epidemia de dengue os seguintes municípios: 

Baixada Litorânea: Araruama, Saquarema, Iguaba Grande, Rio das Ostras, Armação de Búzios, Cabo Frio, Casimiro de Abreu e São Pedro D'Aldeia.

Centro Sul Fluminense: Paracambi, Sapucaia, Comendador Levy Gasparian, Mendes e Três Rios.

Médio Paraíba: Valença, Pinheiral, Volta Redonda, Barra do Piraí e Rio das Flores

Noroeste Fluminense: Cardoso Moreira, Miracema, São José de Ubá, Porciúncula, Natividade, Bom Jesus do Itabapoana e Laje do Muriaé.

Norte Fluminense: São Fidélis, Campos dos Goytacazes, Carapebus, Macaé e São Francisco de Itabapoana.

Região da Baía da Ilha Grande: Angra dos Reis

Região Metropolitana I: Magé

Região Metropolitana II: Niterói, Rio Bonito, Itaboraí, Silva Jardim, Tanguá, Maricá e São Gonçalo.

Região Serrana: Cantagalo, São Sebastião do Alto e São José do Vale do Rio Preto.