Voluntários resgatam animais afetados com as chuvas em Xerém

Em meio aos trabalhos de recuperação das autoridades e dos moradores de Xerém, distrito de Duque de Caxias, após a enchente, um grupo de voluntários tentava salvar os diversos animais que também foram afetados pela enxurrada que destruiu a cidade. Com a situação, muitos bichos foram abandonados e não tinham para onde ir. Em geral, gatos e cachorros estavam doentes ou seriamente feridos. 

Segundo Tony Pires, que já resgatou animais em perigo nas enchentes da Região Serrana, em 2011, e em Angra dos Reis, em 2010, o município de Duque de Caxias tem algumas doenças que já foram erradicadas em outros locais. Por isso, é importante remover os animais do local para serem tratados. Para ele, o governo não dá muita atenção à questão:

"O que eles mais querem é se livrar do problema, e isso quer dizer matar os animais. Eles poderiam fazer uma parceria com os grupos voluntários. Não tem um posto de castração aqui em Caxias. Antes da tragédia, já eram vistos muitos animais na rua", afirmou Tony. 

Os animais serão levados para abrigos e ONGs especializadas, como a SOS Felinos.