Iate luxuoso ancorado no Rio surpreende cariocas

Dono é bilionário escocês já acusado de sonegação

Um luxuoso iate branco no meio da Baía de Guanabara tem chamado atenção de quem passa pela orla de Botafogo. "É muito grande, deve ser muito caro, impressionante", conta o vendedor Wellington, 29, dono de uma barraquinha de água de coco na Praia do Flamengo. 

Ele afirma que é comum, nesta época do ano, atracarem embarcações grandes e luxuosas no local. "Mas igual a esta, nunca vi não", conta.

A embarcação está aos pés do Pão de Açúcar desde que chegou, na última quarta-feira (5). O escocês bilionário Irvine Laidlaw adquiriu o iate, batizado de Lady Christine, em 2009. Avaliado em R$ 66 milhões, o barco tem espaço para hospedar oito convidados, até 19 tripulantes e um heliponto. Além disso, possui decks, churrasqueira, academia e cinema dentro dos seus 68 metros de comprimento. 

Ex-membro da tradicional House of Lords (Câmara dos Lordes) na Grã-Bretanha, o bilionário se exilou em Mônaco depois de acusações de sonegação de impostos e envolvimento no escândalo de espionagem do jornal News of the World. A sua fortuna é estimada em 745 milhões de libras.

Não se sabe o motivo da viagem de Laidlaw ao Brasil, mas de onde o Lady Christine está ancorado é possível ter uma visão privilegiada da etapa do Rio da Extreme Sailing Series, espécie de Fórmula 1 dos barcos a vela. O bilionário é conhecido praticante do esporte, campeão em diversas modalidades.

Os cariocas que passavam pelo local não resistiam em dar uma olhada ou tirar uma foto. Um turista espanhol, animado, palpitava: "Será que é do Abramovich, dono do Chelsea?".