Trem descarrila e bate em plataforma na estação de Madureira

Um trem da SuperVia descarrilou, na manhã desta terça-feira, e bateu na plataforma da estação de Madureira, na Zona Norte do Rio. A composição fazia o trajeto entre Japeri e a Central do Brasil. Os passageiros foram orientados a deixar os vagões através de um sistema de som. O descarrilamento ocorreu com o último vagão do trem e pelo menos 16 pessoas teriam ficado feridas, sem gravidade.

Três ambulâncias do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local. Muitas pessoas tiveram crise nervosa. Um homem identificado como Ricardo Barbosa, de 60 anos, chegou a perder um dedo. Pelo menos 16 pessoas foram levadas com ferimentos leves para os hospitais Carlos Chagas, Salgado Filho e Albert Schweitzer.

>> SuperVia diz que circulação dos trens já foi normalizada

Por causa do acidente, os trens dos ramais de Japeri e Deodoro circulam com vinte minutos de atraso. A SuperVia informa que, por medida de segurança, um dos acessos à estação Madureira foi interditado. Apenas a entrada próxima ao viaduto Negrão de Lima está liberada para embarque e desembarque. Uma equipe de engenheiros da concessionária está no local para realizar vistoria. Os técnicos permanecem com os trabalhos na via realizando os reparos na infraestrutura.

A concessionária informa que já instaurou uma comissão interna para apurar as causas do acidente e o laudo será concluído em até 30 dias.

 

A SuperVia divulgou nota sobre o acidente. Confira:

"A SuperVia informa que às 6h38 de hoje (25/09) o trem UP112 que realizava o percurso Japeri – Central do Brasil teve sua viagem interrompida devido ao descarrilamento do último vagão, ao chegar na plataforma da estação Madureira. A concessionária acionou o Corpo de Bombeiros, que presta atendimento aos passageiros. A maior parte dos clientes já seguiu viagem em outras composições que passaram no local. 

Equipe técnica trabalha no local para liberar a via e encaminhar a composição para os reparos. Neste momento, os ramais Japeri e Deodoro registram atraso de 20 minutos. Os passageiros estão sendo informados sobre a circulação através do sistema de áudio das estações". 

Mais tarde, a concessionária divulgou nova nota oficial sobre o acidente:

"A SuperVia informa que alguns passageiros receberam os primeiros atendimentos ainda na estação e foram liberados logo em seguida. Três deles foram encaminhados para os hospitais da região, sem ferimentos graves. A equipe de assistência social da concessionária já está acompanhando esses clientes para prestar todo auxílio necessário.

Os clientes que desejarem procurar a SuperVia para eventuais dúvidas podem entrar em contato com a empresa, por meio da Central de Atendimento ao Cliente, na Gare da Central do Brasil (de 2ª a 6ª feira, das 6h às 20h), na Estação Deodoro (de 2ª a 6ª feira, das 6h às 18h) ou pelo SuperVia Fone – Tel.: 0800.726.9494 (24 horas por dia).

Às 6h38 de hoje (25/09) um trem que realizava o percurso Japeri – Central do Brasil teve sua viagem interrompida devido ao descarrilamento do último vagão, ao chegar à plataforma da estação Madureira. No momento, a circulação dos ramais Japeri, Santa Cruz e Deodoro registram atraso de 20 minutos".

Agetransp investiga descarrilamento

A Agetransp informou que enviou fiscalização e abriu boletim de ocorrência para apurar os motivos do descarrilamento na estação de Madureira da Concessionária SuperVia. O transporte de passageiros está sendo feito com intervalos irregulares e o atraso, em média, é de 20 minutos. Não há previsão para normalidade da operação.