Governo do Rio abre vagas para projetos da Copa e Olimpíada

Salários de R$ 6.500 a R$ 16.250 em funções relacionadas a projetos da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 são o grande atrativo da seleção pública simplificada promovida pela Secretaria de da Casa Civil. As inscrições começaram nesta terça-feira (11), no portal da Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro): www.ceperj.rj.gov.br. São oferecidas 15 vagas para contratação temporária com prazo de três anos, que podem ser prorrogadas por mais dois. Candidatos classificados excedentes formarão cadastro de reserva.

Esta seleção pública será desenvolvida em duas etapas, ambas de caráter eliminatório e classificatório. A primeira constará de avaliação de títulos e experiência profissional para as 12 funções oferecidas; a segunda, de duas entrevistas a serem realizadas no mesmo dia: uma para avaliar a fluência do Inglês e a outra para avaliar as competências inerentes ao desenvolvimento da função pretendida. A Ceperj será responsável pela análise de títulos e pela entrevista de idioma; a entrevista pessoal será desenvolvida por banca constituída por profissionais integrantes da Casa Civil. O prazo para profissionais interessados se inscreverem termina em 9 de outubro.

Serão convocados para a entrevista de idioma os candidatos mais bem classificados na primeira etapa em até 10 vezes o número de vagas estabelecidas para a função pretendida. Constará de quatro perguntas que deverão ser respondidas em 10 minutos, sendo concedido somente um minuto de tolerância para conclusão da última resposta. Será realizada de forma individual e valerá 50 pontos. As perguntas versarão sobre um dos seguintes temas, a ser sorteado pelo candidato: Copa do Mundo de 2014; Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016; e atividades esportivas em geral. Adicionalmente, a banca – constituída por professores especialistas – abordará um tema de sua escolha. A entrevista pessoal também valerá 50 pontos, constará de até seis perguntas e a banca avaliará a capacidade de comunicação; objetividade; clareza e correção na linguagem; domínio do assunto.

Quem não tiver acesso à internet pode se dirigir ao posto de inscrição presencial, que funcionará na sede da organizadora, na Avenida Carlos Peixoto, 54, térreo, Botafogo, Zona Sul do Rio, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, exceto feriados. Quem optar pelo posto de atendimento deverá levar documento oficial de identidade original e comprovante de residência.

O candidato poderá concorrer a mais de uma função, não excedendo a escolha de duas opções. São 12 as funções oferecidas pela Casa Civil. As com salários de R$ 16.250 são para Coordenador de Instalações e Jogos (que exige diploma ou certificado de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, mais registro no Crea); Coordenador Inter Modais (diploma de curso superior em qualquer área de formação, mais registro no órgão de classe competente); e Gerente de Projetos (também com diploma em qualquer área de formação).

As funções com salários de R$ 13 mil são para Advogado (curso superior em Direito, mais registro na OAB); Engenheiro Civil (curso superior em Engenharia Civil, mais registro no Crea); Especialista em Comunicação (curso superior em Comunicação Social, nas áreas de Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas ou correlatas, mais registro no órgão de classe competente); Especialista em Transportes (curso superior em Engenharia, mais registro no Crea); e Especialista em Segurança (curso superior em qualquer área de formação, mais registro no órgão de classe competente).

São três as funções com salários de R$ 10.800: Técnico em Cultura e Educação (curso superior em qualquer área de formação, mais registro no órgão de classe); Técnico em Marketing e Promoção Comercial (curso superior de Administração ou Comunicação Social ou Marketing e Propaganda ou correlatos, mais registro); e Técnico em Sustentabilidade/Acessibilidade (curso superior em qualquer área de formação, mais registro). Relações Institucionais oferece salário de R$ 6.500 e a qualificação mínima exigida é diploma ou certificado de conclusão de curso superior em Comunicação Social, nas áreas de Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas ou correlatas, mais registro no órgão de classe competente.

A taxa de inscrição custará R$ 100 para cada uma das funções escolhidas. Caso o candidato opte por mais de uma, deverá registrar na ficha de inscrição qual a opção prioritária. A taxa poderá ser paga em qualquer agência bancária, obrigatoriamente, por meio do boleto específico emitido após o preenchimento da ficha online, sendo o único meio aceito. A inscrição só será efetivada após a instituição bancária confirmar o pagamento da taxa. Por isso, o candidato deverá se certificar de que sua inscrição foi efetuada pela internet depois de quatro dias úteis após o pagamento do boleto. Mas como lembra o diretor Marcus São Thiago, antes de se inscrever o profissional terá de saber se preenche todos os requisitos exigidos, lendo bem o edital de abertura para conhecimento das normas reguladoras da seleção pública.

Nas 15 vagas oferecidas já estão incluídas as reservadas às pessoas com deficiência, negros e índios. Esses candidatos devem assinalar sua condição no campo apropriado da ficha de inscrição. Aquele que não declarar ser pessoa com deficiência, negro ou índio concorrerá somente às vagas regulares.

Os profissionais poderão obter mais informações relativas a esta seleção pública simplificada pelos telefones do SAC (Serviço de Atendimento ao Candidato) – (21) 2334 7100, 2334 7117 e 2334 7132, das 10h às 16h, ou pelo email [email protected] Para o envio de fax, os números são: (21) 2334 7125 e 23347130.