Polícia faz operações em várias favelas do Rio

Nove suspeitos já foram presos e um homem foi morto

No dia seguinte ao ataque que matou a soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, na UPP de Nova Brasília, no Complexo do Alemão, a Polícia Militar deflagou várias operações em diversas comunidades do Rio. 

Nove suspeitos já foram presos e um menor apreendido, na manhã desta quarta-feira, durante operação de policiais do 41º BPM (Irajá) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Morro do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio.

Já na Zona Oeste, as favelas do Rola e de Antares, em Santa Cruz, estão ocupadas por policiais do 27º BPM (Santa Cruz). Houve troca de tiros e um homem foi baleado. De acordo com a PM, o suspeito morreu ao dar entrada no Hospital Pedro II, também em Santa Cruz. Com ele foi encontrada uma pistola. 

>> Paes anuncia aumento de R$ 250 em bonificação de PMs em UPPs 

No Morro do Chapadão foram apreendidos uma pistola calibre 9mm, uma fita com munições de calibre 762, 85 munições calibre 762, cinco carregadores de calibre G3, oito carregadores de calibre 762 e um carregador de calibre 556. Também há apreensão de drogas.

Uma retroescavadeira está sendo utilizada para retirar as barreiras fixadas pelos traficantes em várias entradas da comunidade.

Quatro motociclistas do Batalhão de Choque que iriam dar apoio à operação no Morro do Chapadão sofreram um acidente na Avenida Brasil, altura do Caju. Eles foram levados para o hospital da corporação.

Uma outra operação ocorre no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho. Homens do 41º BPM (Irajá) com o apoio do 14º BPM (Bangu) estão no local para combater o tráfico de drogas na região. Até o momento não há registro de confrontos, prisões ou apreensões.