Polícia divulga fotos dos suspeitos de ataque à UPP Nova Brasília

A Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar informou que quatro criminosos ligados a facções, que no passado tinham domínio territorial sobre o Complexo do Alemão, participaram do ataque à UPP Nova Brasília, na noite de segunda-feira, que culminou na morte da soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos.  

São eles: Fernando Cézar Batista Filho, o Alemão; Alan Ferreira Montenegro, o Da Lua; Ilan Nogueira Sales, o Capoeira; Regis Eduardo Batista, o RG.  

As fotos dos criminosos foram, divulgadas na manhã desta quarta-feira.

>> Disque-Denúncia: 35 ligações sobre ataque a UPP

Soldado morta em ataque a UPP é enterrada com honras militares 

A soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, foi enterrada às 9h com honras militares, no cemitério Riachuelo, em Valença, no Sul do estado do Rio. Parentes e amigos acompanharam o cortejo. 

Foi feita uma homenagem com uma salva de três tiros. Ao final do enterro, um helicóptero jogou pétalas de rosas. Muitas policiais militares compareceram ao cemitério para acompanhar o velório e sepultamento de Fabiana, entre elas as integrantes da primeira turma de mulheres PMs, formada em 1982. 

Fabiana foi morta em um ataque de criminosos contra a sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília, no conjunto de favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, na noite de segunda-feira. Uma bala disparada pelos traficantes perfurou o colete que ela usava e atingiu o peito. Fabiana ainda foi levada para a UPA da região, mas não resistiu.

O policiamento foi reforçado em todo o entorno do Alemão após o ataque.