Estrutura da loja que pegou fogo em Copacabana será demolida

Bombeiros já se retiraram do local

A estrutura da loja atingida por um incêndio em Copacabana que ainda está de pé será demolida. A decisão foi tomada após a realização de perícia da Polícia Civil e dos bombeiros, contou o agente da Defesa Civil, Geizon Silva. Toda a edificação está "inclinada", afirmou, mas não há risco de desabamento. 

Durante a tarde deste sábado (6), uma equipe da Secretaria de Obras realizou o isolamento da loja. Por volta das 14h, os bombeiros que faziam o rescaldo do local já haviam se retirado, depois de combater um pequeno foco de fogo nos escombros. 

Silva afirmou que as causas do acidente ainda dependem da avaliação de técnicos. "Mas não acho que vai demorar. Acredito que vamos realizar todo o processo, até a demolição, em até dez dias", relatou.

Cinco agentes da Secretaria de Obras e um da Defesa Civil realizaram a operação de isolamento. Uma viatura da Polícia Militar fez a segurança. A CET-Rio informou que apenas uma faixa da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, entre as ruas Figueiredo Magalhães e Siqueira Campos, segue interditada.

Possíveis causas

O coordenador da Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes (CAPA) do Conselho Regional de Engenharia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), Luiz Antonio Cosenza, acredita que a falta de vistoria na estrutura dos prédio pode ser a causa do incêndio. 

"Ainda não dá pra saber o que causou o acidente. Às vezes, foi um cigarro. Mas é fato que os prédios do Rio não são vistoriados pelos seus proprietários o suficiente. Normalmente a parte elétrica costuma ser o foco dos incêndios pois ficam sobrecarregados", concluiu.