Usuários da UPA Saens Peña estão convivendo com Hospital de Campanha

Na Praça Saens Peña, na Tijuca, Zona Norte do Rio, usuários da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) convivem com um Hospital de Campanha montado pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, a unidade passa por um período de reformas. Sem saber especificar a data que a reforma começou, a secretaria garante que ele entrou na reta final.

Conforme apurado pelo Jornal do Brasil, os pacientes recebem o primeiro atendimento dentro do prédio original da UPA. Mas, no caso de internações, elas acontecem na instalação provisória. Apesar de mantida a capacidade de atendimento dentro da instalação de saúde, a reforma deixou o atendimento lento. O período de demora médio nesta quinta-feira (28) às 16h chegava a cerca de 4 horas, segundo informação de servidores da Unidade.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a reforma preventiva não vai trazer custos para os cofres públicos, já que estava prevista no contrato inicial de construção da UPA. A unidade é a última a passar por manutenções, segundo a Secretaria.  

A instalação preenche um espaço importante à população mais pobre, já que só há o Hospital do Andaraí no entorno da região. 

Reportagem: Rômulo Diego Moreira