Em clima de campanha, Paes inaugura Hospital da Mulher em Bangu 

Primeira unidade do Rio voltada exclusivamente para o atendimento feminino, o Hospital da Mulher Mariska Ribeiro foi inaugurado nesta quinta-feira (28), pelo prefeito Eduardo Paes em Bangu, Zona Oeste do Rio. A inauguração acabou ganhando contornos de campanha eleitoral. O prefeito - que no último sábado lançou sua chapa para tentar a reeleição - fez questão de destacar, em discurso, seu empenho para dar melhores condições à população da Zona Oeste, enquanto uma plateia ensaiava gritos de "já ganhou". 

Com equipamentos de ponta, o hospital está preparado até para realizar o aborto de anencéfalos, operação que foi recentemente autorizada pelo Supremo Tribunal Federal no Brasil. A unidade conta com 100 leitos de internação e 39 de UTIs e UI neo-natal, além de seis salas de parto e quatro de centro cirúrgico. Cerca de 700 mil moradoras da Zona Oeste serão beneficiados com a abertura da nova unidade. De acordo com a assessoria da prefeitura, o hospital é o mais moderno da cidade para atendimento à saúde feminina, tanto da rede pública quanto da privada.

Com esta inauguração, o secretário de Saúde e Defesa Civil, Hans Dohmann, afirmou que a cidade “passa a ter capacidade plena em atendimento e leitos na área de saúde materno infantil”.

O hospital oferece também os serviços de ambulatório de pré-natal e ginecologia, sala de exames e pequenos procedimentos em ginecologia e obstetrícia, exame diagnóstico de câncer cérvico-uterino, ultrassonografia, mamografia, raio-x e exames de controle de movimento do bebê.

Dona Faride, 72 anos, mora ao lado do novo hospital. Ela comemorou a inauguração mas reclamou do hospital ser voltado quase exclusivamente para as mulheres gestantes. Segundo dona Faride, ainda é muito complicado conseguir atendimento médico em Bangu:

“Não tem hospital perto, tem o PAM [Posto de Assistência Médica] de Bangu, mas a espera lá é sempre muito grande”.

Já o casal Solange e Marcos se mostraram muito animados com a inauguração. Solange, 37 anos, está grávida de oito meses e disse que terá sua filha, Rafaela, na unidade recém-aberta.

“Está uma maravilha, tomara que continue assim. Vamos ter o primeiro filho nascido no hospital!”, festejou Marcos.

(Reportagem de Renan de Almeida)