Inaugurado às pressas, Parque Madureira tem infraestrutura deficiente

Inaugurado, no último sábado(23) pouco antes de o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, ter seu nome oficializado pela convenção do PMDB para concorrer à reeleição, o Parque de Madureira ainda não pode ser totalmente utilizado pelo público. Sua infraestrutura é deficiente: bebedouros sem água, ciclovia sem sinalização, espaços de cultura fechados, pista de skate incompleta, entre outros.

Jornal do Brasil encontrou diversos funcionários da prefeitura trabalhando em meio às crianças brincando na área de lazer. O problema é que materiais de construção estão espalhadas do parque, colocando em risco os usuários. Algumas crianças improvisam a prática do skate nos bancos, já que a pista não está em condições adequadas para o uso.  

Pelas promessas da prefeitura municipal, o local será a terceira maior área verde do Rio, com 93 mil metros quadrados, atrás apenas do aterro do Flamengo e da Quinta da Boa Vista. Ainda há o planejamento de se criar escolinha de futebol para as crianças da comunidade. 

Tudo isto, porém, ainda não tem previsão de estar disponível. A secretaria de Conservação, responsável pelo parque, não soube informar quando o espaço será integralmente entregue à  população. A secretaria de Esporte e Lazer também não tem previsão à data de inaguração da escolinha de futebol. 

Reportagem de Rômulo Diego Moreira